Capítulo Seis: Atribuição de Profecias

           

Nessa ocasião o Buddha, tendo acabado de recitar estes versos, fez um anúncio à grande assembleia, falando do seguinte modo: ”Este meu discípulo Mahakashyapa em futuras existências será capaz de chegar à presença de três mil biliões de Buddhas, Honrados Pelo Mundo, de lhes oferecer dádivas, de prestar-lhes reverência, honrá-los e louvá-los, proclamando largamente as inumeráveis grandes doutrinas dos Buddhas. Na sua encarnação final será capaz de se tornar um Buddha chamado Luz Radiosa (Rasmiprabhâsa), Tathagata, merecedor de ofertas, de conhecimento correcto e universal, conduta perfeita e clara, bem aventurado, conhecedor do mundo, inexcedivelmente meritório, treinador de pessoas, mestre de seres celestiais e humanos, Buddha, Honrado Pelo Mundo.

“A sua terra será chamada Virtude Luminosa (Avabhâsa) e o seu kalpa será chamado Grande Adorno (Mahâvyûha). A duração da vida desse Buddha será de doze pequenos kalpas. A sua Correcta Lei perdurará no mundo por vinte pequenos kalpas e a sua Lei Adulterada por vinte pequenos Kalpas.

“O seu reino será adornado majestosamente, livre do mal e das impurezas, de cacos e entulho, de silvas e espinhos, ou do imundo lixo das latrinas. A terra será plana e suave, sem cumes nem barrancos, fossos ou colinas. O chão será de lápis lazúli, com renques de árvores de jóias e cordões de ouro a marcar os limites dos caminhos. Flores de jóias estarão espalhadas por toda a parte e tudo estará puro e limpo. Os bodhisattvas desse reino serão em número de incontáveis milhares de milhões e a multidão de ouvintes será igualmente inumerável. Não existirão trabalhos demoníacos e os acólitos do demónio estarão lá a proteger a Lei do Buddha.”

Nessa altura o Honrado Pelo Mundo, desejando expor novamente o sentido das suas palavras, falou em verso, dizendo:

Eu anuncio a estes monges:
quando eu emprego o olho Búddhico
para observar Kashyapa,
eu vejo que numa futura existência,
após inumeráveis Kalpas terem passado,
ele será capaz de atingir o Buddhado.
Em existências futuras
ele oferecerá esmolas e estará em presença
de três mil biliões de Buddhas,
Honrados Pelo Mundo.
Em prol da sabedoria Búddhica
ele levará a cabo práticas brahma meticulosamente
e oferecerá esmolas aos inexcedíveis,
mais honrados dos seres humanos.
Depois de ter feito isso e ter praticado
todos os insuperáveis tipos de sabedoria,
na sua encarnação final
será capaz de se tornar um Buddha.
A sua terra será pura e limpa,
o chão de lápis-lazúli.
Muitas árvores de jóias
estarão alinhadas junto aos caminhos,
cordões de ouro marcarão as bermas
e quem os vir rejubilará.
Emitirá constantemente uma agradável fragrância,
com pilhas de flores raras
e muitos tipos de coisas estranhas e maravilhosas
para seu adorno.
A terra será plana e suave,
sem montes nem depressões.
A multidão de bodhisattvas
estará para além de qualquer cálculo,
com suas mentes controladas e dóceis,
tendo alcançado grandes poderes transcendentais,
e eles irão apoiar e abraçar
as escrituras Búddhicas do Grande Veículo.
A multidão de ouvintes
será livre de falhas, na sua última encarnação,
filhos do Rei do Dharma,
e o seu número estará para além de qualquer cálculo –
mesmo quando vistos com o olho celestial
será impossível determinar o seu número.
A duração da vida deste Buddha
será de doze pequenos kalpas.
O Honrado Pelo Mundo Luz Radiosa
será como aqui está descrito.

Nessa ocasião o grande Maudgalyayana, Subhuti e Mahakatyayana, todos eles tremendo de agitação, juntaram as palmas das mãos e com uma só mente fitaram o Honrado Pelo Mundo, os seus olhos sem se desviarem sequer por um instante. Juntando as suas vozes num único som, falaram em verso, dizendo:

Grande e poderoso herói, Honrado Pelo Mundo,
Rei do Dharma, Leão dos Shakyas,
por te compadeceres de nós,
favorece-nos com as palavras do Buddha!
Por compreenderes a nossa mente mais íntima,
seria como um banho de doce orvalho,
lavando a nossa febre,
se nos predissesses o nosso destino.
Supõe que alguém, vindo de uma terra de fome,
encontra subitamente o festim de um rei.
Com o seu coração ainda cheio de dúvida e temor,
ele não se atreveria a comer de imediato,
sem para isso ter sido instruído pelo rei.
Somos agora como essa pessoa,
pois apesar de recordarmos os erros do Veículo Menor,
não sabemos o que fazer
para ganhar a insuperável sabedoria do Buddha.
Ainda que ouçamos a voz de Buddha
dizendo-nos que atingiremos o Buddhado,
ainda albergamos no coração ansiedade e medo,
tal qual a pessoa que não se atreve a comer.
Mas se agora o Buddha nos outorgasse uma profecia,
então a alegria e a paz de espírito seriam nossas.
Grande e poderoso herói, Honrado Pelo Mundo,
rogamo-te que nos outorgues uma profecia,
assim como instruirias uma pessoa esfomeada a comer.

Então o Honrado Pelo mundo, compreendendo os pensamentos dos seus discípulos maiores, fez este anúncio aos monges: “Em futuras existências, Subhuti estará na presença de trinta centenas de milhares de milhões de Buddhas, oferecendo-lhes esmolas, honrando-os e louvando-os. Ele levará a cabo constantemente práticas brahma e cumprirá inteiramente a via do bodhisattva, e na sua encarnação final conseguirá atingir o Buddhado. O seu título será Tathagata Forma Rara (Sasiketu), merecedor de ofertas, de conhecimento correcto e universal, conduta perfeita e clara, bem aventurado, conhecedor do mundo, inexcedivelmente meritório, treinador de pessoas, mestre de seres celestiais e humanos, Buddha, Honrado Pelo Mundo.

“O seu kalpa será chamado Possessão de Jóias (Ratnasambhava) e a sua terra será chamada Nascido de Jóias (Ratnaprabhâsa). A terra será plana e suave, o chão feito de cristal, será adornada com árvores de jóias e livre de colinas e fossos, cumes e barrancos e da imundície das latrinas. Flores de jóias cobrirão o terreno e tudo será puro e limpo. As pessoas deste reino habitarão todas em terraços de jóias, em raros e maravilhosos pavilhões e torres. Os seus discípulos ouvintes serão incontáveis, ilimitados, para lá da capacidade de cálculo ou concepção. A multidão de bodhisattvas perfazerá um número de incontáveis milhares, dezenas de milhares, milhões de nayutas. A duração da vida desse Buddha será de doze pequenos kalpas. A sua Correcta Lei perdurará no mundo por vinte pequenos kalpas e a sua Lei Adulterada por vinte pequenos Kalpas. Este Buddha estará constantemente levitando no firmamento, pregando a Lei para a assembleia e salvando inumeráveis multidões de bodhisattvas e de ouvintes”.

Nessa ocasião, o Honrado Pelo Mundo, desejando expor uma vez mais o sentido das suas palavras, falou em verso, dizendo:

Multidão de monges,
eu agora anuncio isto para vós.
Todos vós deveis ouvir o que eu digo
sem qualquer distracção,
o meu discípulo maior, Subhuti,
está destinado a tornar-se um Buddha
com o título Forma Rara.
Ele oferecerá esmolas a incontáveis dezenas
de milhares de milhões de Buddhas.
Seguindo a prática dos Buddhas,
ele gradualmente cumprirá a grande via,
e na sua encarnação final
adquirirá as trinta e duas marcas.
Ele será imponente, excepcional, maravilhoso,
como uma montanha de jóias.
A sua Terra Búddhica
será supremamente adornada e pura;
nenhum ser vivente que a veja
deixará de a amar e de se deleitar nela.
Aí esse Buddha
salvará incalculáveis multidões.
Nessa Terra Búddhica
existirão muitos bodhisattvas,
todos eles de apuradas capacidades,
girando a roda da não-regressão.
Essa terra será constantemente
adornada com bodhisattvas.
A multidão de ouvintes
estará para além de qualquer cálculo,
todos ganhando os três entendimentos
e exercitando os seis poderes transcendentais.
Eles residirão nas oito emancipações
e possuirão grande autoridade e virtude.
A Lei pregada por esse Buddha
manifestará imensuráveis
poderes transcendentais e transformações
de natureza maravilhosa.
Seres celestiais e humanos,
numerosos como as areias do Ganges,
com as palmas das mãos unidas,
escutarão e receberão em conjunto as palavras de Buddha.
Esse Buddha terá uma duração de vida
de doze pequenos kalpas,
a sua Correcta Lei durará no mundo
vinte pequenos kalpas
e a sua Lei Counterfeit
durará vinte pequenos kalpas.

Nessa altura o Honrado Pelo Mundo, falou uma vez mais à multidão de monges: “Agora digo-vos isto. O Grande Katyayana, em futuras existências, apresentará variados artigos como oferendas e servirá oito centenas de milhões de Buddhas, prestando-lhes honras e louvores. Após a extinção destes Buddhas, ele construirá para cada um uma torre memorial medindo cem yojanas de altura e quinhentas yojanas quer de largura quer de comprimento. Serão feitas de ouro, prata, lápis-lazúli, madrepérola, ágata, pérolas e coral, todas estas sete preciosas substâncias combinadas. Numerosas flores, colares, incenso, grinaldas, óleos, pálios de seda, fitas e estandartes serão apresentadas como oferendas às torres memoriais. E após tudo isto ser feito, ele fará uma vez mais ofertas a vinte mil milhões de Buddhas e repetirá todo o processo.

“Quando ele tiver acabado de oferecer esmolas aos Buddhas, ele cumprirá inteiramente a via do bodhisattva e tornar-se-á um Buddha com o título Tathagata Brilho Dourado de Jambunada (Jambunada Prabhâsa), merecedor de ofertas, de conhecimento correcto e universal, conduta perfeita e clara, bem aventurado, conhecedor do mundo, inexcedivelmente meritório, treinador de pessoas, mestre de seres celestiais e humanos, Buddha, Honrado Pelo Mundo.

“A sua terra Búddhica será plana e suave, o chão feito de cristal, será adornada de árvores de jóias com cordões de ouro a marcar os limites dos caminhos. Flores maravilhosas cobrirão o terreno, toda ela será pura e limpa e quem a vir rejubilará. Os quatro modos malignos de existência, o inferno e os reinos de espíritos esfomeados, bestas e asuras, não existirão aí. Existirão muitos seres celestiais e humanos e multidões de bodhisattvas em inumeráveis dezenas de milhares de milhões adornarão essa terra. A duração da vida desse Buddha será de vinte pequenos kalpas, a sua Correcta Lei perdurará no mundo por vinte pequenos kalpas e a sua Lei Adulterada por vinte pequenos Kalpas.”

Nessa ocasião, o Honrado Pelo Mundo, desejando expor uma vez mais o sentido das suas palavras, falou em verso, dizendo:

Multidão de monges,
ouçam todos sem qualquer distracção,
pois naquilo que eu digo,
em nada se afasta da verdade.
O Grande Katyayana
oferecerá aos Buddhas
vários tipos de maravilhosos artigos,
e após a extinção desses Buddhas
levantará torres memoriais
feitas com os sete tesouros
e apresentará flores e incenso
como oferendas às relíquias.
Na sua encarnação final
ele ganhará a sabedoria Búddhica
e alcançará a iluminação correcta e imparcial.
A sua terra será pura e limpa
e ele salvará inumeráveis dezenas
de milhares de milhões de seres viventes,
e receberá oferendas
de todas as dez direcções.
O brilho deste Buddha
ninguém conseguirá igualar.
O seu título Búddhico será
Brilho Dourado de Jambunada.
Bodhisattvas e ouvintes,
cortando com todas as formas de existência,
incontáveis e imensuráveis em número,
adornarão a sua terra.

Nessa altura o Honrado Pelo Mundo, falou uma vez mais à multidão de monges: “Agora digo-vos isto. O Grande Maudgalyayana apresentará variados artigos como oferendas a oito mil Buddhas, prestando-lhes honras e louvores. Após a extinção destes Buddhas, ele construirá para cada um uma torre memorial medindo cem yojanas de altura e quinhentas yojanas quer de largura quer de comprimento. Serão feitas de ouro, prata, lápis-lazúli, madrepérola, ágata, pérolas e coral, todas estas sete preciosas substâncias combinadas. Numerosas flores, colares, incenso, grinaldas, óleos, pálios de seda, fitas e estandartes serão apresentadas como oferenda. Após tudo isto, uma vez mais ele fará ofertas a duzentas dezenas de milhares de milhões de Buddhas, repetindo todo o processo.

“Então ele será capaz de se tornar um Buddha com o título Tathagata Fragrância de Sândalo de Tamalapatra (Tamâlapatrakandanagandha), merecedor de ofertas, de conhecimento correcto e universal, conduta perfeita e clara, bem aventurado, conhecedor do mundo, inexcedivelmente meritório, treinador de pessoas, mestre de seres celestiais e humanos, Buddha, Honrado Pelo Mundo. O seu kalpa será chamado Pleno de Alegria (Manobhirâma) e a sua terra Deleite da Mente (Ratipratipûrna). A terra será plana e suave, o chão feito de cristal, flores e pérolas estarão espalhadas por toda a parte, tudo será puro e limpo e quem a vir rejubilará. Existirão muitos seres celestiais e humanos e os bodhisattvas e ouvintes serão imensuráveis em número. A duração da vida desse Buddha será de vinte e quatro pequenos kalpas, a sua Correcta Lei perdurará no mundo por quarenta pequenos kalpas e a sua Lei Adulterada por quarenta pequenos Kalpas.”

Então, o Honrado Pelo Mundo, desejando expor uma vez mais o sentido das suas palavras, falou em verso, dizendo:

Este meu discípulo,
o Grande Maudgalyayana,
quando despir o seu presente corpo,
será capaz de ver oito centenas,
duzentas dezenas de milhares de milhões de Buddhas,
Honrados Pelo Mundo,
e em prol da via do Buddhado
oferecer-lhes-á esmolas,
prestar-lhes-á honra e reverência.
Onde estes Buddhas estiverem
ele constantemente
levará a cabo práticas brahma
e por inumeráveis kalpas
abraçará e sustentará a Lei Búddhica..

Quando estes Buddhas se tiverem extinguido,
ele levantará torres, feitas com os sete tesouros,
decoradas com flores, incenso e música.
Passo a passo ele cumprirá
todos os deveres da via do bodhisattva
e na terra chamada Deleite da Mente
será capaz de se tornar um Buddha
chamado Fragrância de Sândalo de Talamapatra.
A duração da sua vida
será de quarenta kalpas.
Em prol dos seres celestiais e humanos
ele exporá constantemente a via do Buddhado.
Ouvintes inumeráveis
como as areias do Ganges,
com os três entendimentos e os seis poderes transcendentais,
manifestarão grande autoridade e virtude.
Incontáveis bodhisattvas
serão de vontade firme, esforçados e diligentes,
e em relação à sabedoria Búddhica
nunca retrocederão.
Após este Buddha se ter extinguido,
a sua Correcta Lei perdurará
por quarenta pequenos kalpas
e a sua Lei Adulterada
terá igual duração.
Os meus vários discípulos,
plenamente imbuídos de dignidade e virtude,
em número de quinhentos,
receberão todos igual profecia.
Numa futura existência
todos serão capazes de alcançar o Buddhado.
Em relação às causa e condições das existências passadas,
no que respeitam a mim e a vós,
eu irei agora pregar.
Deveis ouvir cuidadosamente.

25 thoughts on “Capítulo Seis: Atribuição de Profecias

  1. “My partner and I stumbled over here different web page and thought I should check things out. I like what I see so now i am following you. Look forward to looking into your web page repeatedly.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.